Translate

Etiquetas

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Birras - até que ponto serão normais?

No passado sábado estive, como habitualmente, no programa Filhos e Cadilhos do Porto Canal.
Desta vez tive a companhia da psicóloga Maria Andresen e estivemos a falar sobre birras.
A partir de que idade surgem?
Serão normais ou falta de educação?
O que fazer numa birra?
Estas são apenas algumas das questões que abordamos. Se não viu, pode fazê-lo clicando aqui.

6 comentários:

  1. Boa noite Dr. Hugo,

    Estou um pouco preocupada, é que algumas semanas atrás o meu filho de 27 meses começou a meter-me e ao pai quando o contrariamos. Se fizermos a vontade dele está tudo bem. É normal acontecer esta situação nestas idades ou é falta de disciplina?

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde Dr. Bruno,

    Dei conta agora que escrevi mal na mensagem anterior, o meu filho começou a morder e bater a mim e ao pai, quando o contrariamos. Por exemplo, no fim do banho não quer sair e nós explicamos e ele não ouve ninguém e depois faz birras que bate, morde, dá pontapés, grita. Já lhe dissemos que é feio fazer isso e que magoa as pessoas, mas continua a fazer.

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde Dr. Bruno,

    Dei conta agora que escrevi mal na mensagem anterior, o meu filho começou a morder e bater a mim e ao pai, quando o contrariamos. Por exemplo, no fim do banho não quer sair e nós explicamos e ele não ouve ninguém e depois faz birras que bate, morde, dá pontapés, grita. Já lhe dissemos que é feio fazer isso e que magoa as pessoas, mas continua a fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia,

      Sim é normal ele tentar fazer isso nessa idade, mas vocês devem contrariar e mostrar que não aceitável, de forma a que ele percebe que é errado.
      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Por favor, corrijam-me se estiver errado.
      Uma palmada (não confundir com tareias ou espancamentos) no momento certo, pelo motivo certo e quando a repreensão não é suficiente, faz maravilhas...principalmente como reforço quando a criança interpreta o "ralhete" como uma brincadeira. Aliás, até aos 5 anos (ou 9 segundo alguns), a criança é incapaz ou tem dificuldade de entender a causalidade, logo não percebe o porquê das repreensões, mas, como qualquer outro animal pode ser condicionado. Eu sei que é polémico, mas este é um espaço cientifico e na ciência não há espaço para "crenças".

      Eliminar
  4. Boa noite dr.hugo.

    Tenho uma questão, a minha mulher ainda da mama a minha filha que tem 1 ano, sendo só para dormir, tentamos dar um leite dito normal para ela se desabituar do leite materno, o objectivo é mesmo acabar com a mama, entretanto ela nao consegue adormecer sem o mimo da mama e durante a noite ainda acorda bastantes vezes para pedir a mama. O que poderemos fazer para combater esta situaçao?

    ResponderEliminar