Translate

Etiquetas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Puberdade - sabe o que é normal?

No passado dia 16 regressei ao programa "Queridas Manhãs" e desta vez o tema de conversa foi a Puberdade.
  • Que mudanças corporais são esperadas nesta etapa?
  • E quais são as diferenças entre rapazes e raparigas?

Estas foram algumas das questões abordadas. 
Se não teve oportunidade de ver, pode fazê-lo clicando aqui.

terça-feira, 13 de junho de 2017

As crianças e os animais de estimação

A decisão de escolher um animal de estimação quando se tem um bebé ou uma criança em casa nem sempre é fácil e coloca, geralmente, muitas dúvidas aos pais.
Serão mais os prós ou os contras dessa relação?
Foi esse o tema da minha participação no último "Filhos e Cadilhos" do Porto Canal.
Se não viu, pode fazê-lo clicando aqui.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Afinal, o que é uma virose?

Este não é um tema novo neste blogue, mas é, sem dúvida, uma das maiores dores de cabeça para a maioria dos pai.
Por esse motivo decidi escrever sobre ele na Revista Saúda. Se não teve oportunidade de ler o artigo, pode fazê-lo clicando aqui.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

A primeira ida à praia

Com a chegada do Verão surgem também as dúvidas acerca da exposição solar das crianças.
Sabe a partir de que idade é que os bebés podem ir à praia?
Foi esse o tema que escolhi para o meu artigo deste mês da revista Saúda. Se não o leu, pode fazê-lo clicando aqui.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

O pai faz falta

O papel dos pais na educação dos filhos é cada vez mais um assunto de debate e torna-se importante tentar perceber o que é que sabe actualmente sobre ele.
Por esse motivo, aqui fica a minha reflexão sobre o tema, que escrevi para a Revista Saúda. 
Se não o leu pode fazê-lo clicando aqui.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Chupeta - amiga ou inimiga?

Apesar da chupeta ser um objecto classicamente associado à imagem do bebé, nos últimos tempos tem-se assistido a alguma controvérsia sobre a sua utilização. Será que é benéfico ou prejudicial deixar um bebé usar chupeta?
Foi esse o tema que eu escolhi para o meu artigo deste mês do site da revista Visao.
Se não o leu, pode fazê-lo clicando aqui.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Obesidade infantil

No último programa "Filhos e Cadilhos" do Porto Canal onde estive presente, estivemos a falar sobre obesidade infantil e de que forma podemos tentar prevenir a tendência actual de ver cada vez mais crianças com excesso de peso.
Se não viu, pode fazê-lo clicando aqui.

domingo, 28 de maio de 2017

O que fazer quando uma criança começa a dizer palavrões?

Não existe uma resposta universal a esta questão, até porque é uma situação que pode ser encarada de forma diferente consoante a família em causa. Para algumas será um problema, mas para outras até pode ser algo normal. No entanto, para quem considera algo desagradável e a evitar, aqui ficam alguns conselhos.
A melhor forma de lidar com um comportamento errado de uma criança é ignorar esse mesmo comportamento. Sempre que se elogia ou corrige está-se a dar importância e isso pode ser percebido como algo positivo. Claro que há alguns comportamentos que não são minimamente aceitáveis e esses têm mesmo que ser corrigidos, mas em grande parte das vezes a solução pode ser outra.

Se uma criança diz palavrões só para "testar" os pais, porque sabe que é errado, a melhor solução é fazer de conta que não aconteceu. Assim, ela não se vai sentir recompensada por essa atitude e vai tentar arranjar outra forma de os "activar". No entanto, se utiliza esse tipo de linguagem de forma intencional e repetida, tem que ser chamada à atenção, mostrando que é um comportamento que os pais reprovam. Geralmente as crianças percebem e, com maior ou menor dificuldade, acabam por aceitar. É importante que essa conversa seja coerente e que os pais se mostrem genuinamente incomodados com a situação, o que nem sempre é fácil. Muitas vezes (particularmente quando é "novidade"), os adultos acham alguma piada à situação e acabam por se rir. Claro que isto vai ser percebido pela criança como um reforço positivo e ela vai repetir enquanto se sentir assim. Por esse motivo, mesmo que tenha vontade de esboçar um sorriso, tente mostrar uma cara coincidente com o que está a dizer, porque senão a probabilidade de sucesso é muito reduzida.

Por fim, importa também reforçar a ideia de que as crianças só aprendem o que lhes ensinam ou então o que vêem e ouvem. Assim, o melhor conselho é mesmo dar um bom exemplo aos seus filhos, porque eles vão aprender tudo consigo. Com o crescimento deles, rapidamente se vai rever na forma que eles têm de andar, de se expressar, de falar e de resolver problemas... Claro que também aprendem com as outras pessoas, mas não há dúvida de que os principais modelos são sempre os pais e isso é uma responsabilidade que tem que ser assumida sempre, sem excepção!